Eles por elas, e elas por eles – a relação transcendental entre gays e divas da música

Jordan Dafné

cher

Todo viado carrega consigo uma diva. Pode ser daquelas com um estilo mais exótico e freak, como a Gaga, um ícone dos anos 80, do tipo Madonna, ou até mesmo algo mais alternativo e deprê, estilo Lana Del Ray.

Na noite do Billboard Music Awards do último domingo (21), a cantora Cher foi premiada com uma categoria especial de ícone pop e recebeu uma homenagem estrelada por ela mesma que não deixou a desejar. Para além do inquestionável talento da cantora, que atravessou décadas com seus sucessos musicais e cinematográfico, Cher foi, e ainda é, uma importante figura dentro do meio LGBT, principalmente por conta da inclusão de pautas do movimento em seu trabalho, promovendo representatividade e a criação de uma cultura inédita e quase que exclusiva de quem tem glitter correndo nas veias.

Billboard Music Awards GIF - Find & Share on GIPHY

A gente tava só a Vanessa Hudgens durante a performance da Cher no BBMA

Naquela noite parecia que todos os gays estavam brilhando no palco ao lado dela e sendo contemplados com o prestigio mundial, que de alguma forma, parecia pertencer tanbém a nós. De onde será que sai essa transcendente relação de empatia e identificação que os gays possuem com as mulheres da música?

Diferentes do que os mais ignorantes apontam, os gays não desejam se transformar nessas mulheres, ao menos não como uma identidade social legítima, mas apenas eventualmente, para sentir o poder que elas transmitem e ser poderosa tão  quanto cada uma delas.

Anos podem se passar e ouvir Crazy in Love em um fone de ouvido ao andar na rua continuará nos fazendo sentir como se, naquele momento, o mundo estivesse ao nossos pés e nada pudesse nos abalar, embora muito provavelmente estejamos, naquele mesmo segundo, correndo risco de repressão e morte. Mas talvez seja esse o ponto da coisa. Elas são mulheres, e o mundo constantemente as diz não. Nós somos gays e o mundo, constantemente também nos diz não. Elas subvertem sistemas com musica e glamour e obriga o mundo a dizer sim, nós nos inspiramos em suas conquistas e coragem para tentar alcançar o mesmo.

“Deus abençoe, e abençoe os gays!” Lady Gaga em seu marcante discurso na Marcha Nacional da Igualdade nos Estados Unidos.

Temos dores e necessidades em comum, os gays se inspiram e expiram os hinos das divas e encontram neles a motivação para sermos quem somos e para lutar contra tudo que tente nos fazer ser o que não queremos ser. Seja com a dramaticidade de Beautiful, ou com a explosão de Born This Way (Express Yourself para quem preferir), encontramos nas inalcançáveis divas conforto de angustias ou gritos de liberdade.

Elas, por sua vez, em grande parte das vezes, nos abraçam e fazem tudo pensando em nós. Qualquer produtor de cantora pop sabe como fazer um viado enlouquecer, basta uma coreografia bem feita, ventiladores a posto, um figurino brilhante e ousado e um hino ao fundo para a gente se destruir. Elas cantam nossas vidas e vivências da forma como desejamos, com extravaganza e paixão.

O icônico beijo gay entre Britney e Madonna no VMA 2003 

A pobreza de referencias gays que por muito tempo perdurou no meio midiático foi espetacularmente suprida pelas mulheres. Quantos de nós tivemos atores, cantores ou celebridades gays para nos ver refletidos? É obvio que o sistema capitalista captou essa relação e fabricou artistas direcionados para esse proposito: agradar o público gay e embora isso torne as coisas extremamente artificiais, divas continuam fazendo parte da vida e da construção de personalidade dos gays da nova geração.

Hoje, agradecemos colocando elas umas contra as outras, e as humilhando nas redes sociais quando seus novos singles flopam ou não nos agradam. Alguns pedem agradecimento por te lhes dado uma carreira. Mas o que é uma carreira perto da sensação de inclusão no mundo e esperança que um dia ela te deu?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s